segunda-feira, 6 de julho de 2009

Anuncio de época (13)

Esse banco para Fusca era a contra-mão dos tempos. Como o anuncio é de 1966, os designers já se preocupavam com a segurança dos ocupantes e desenvolviam os bancos anatômicos, ou que segurassem mais o motorista na posição correta de direção. O exemplo é o Fusca 1965, seus bancos eram mais côncavos que os do Fusca 1964, justamente por esse motivo. E toda indústria automobilística começava a ser preocupar com o assunto, porque a maioria dos veículos usava banco inteiriço na frente e cambio na direção, não segurando o motorista em curvas mais acentuadas ou freadas bruscas. Os modelos das montadoras americanas fabricados aqui, foram os que mais resistiram nesse assunto, aqui, porque lá eles já mostravam modelos com bancos individuais e belos consoles. Mas independente dessa direção que tomava o design, os brasileiros colocavam esse banco inteiriço nos Fusca e principalmente em Karmann Ghia, para que as namoradas sentassem junto ao motorista, agarradinhos. Para os mais duros, de grana, as lojas vendiam o "Chega mais", uma armação de ferro, com revestimento de espuma e courvin, para ser colocado entre os bancos individuais, em cima do freio de mão e não machucar o bumbum da namorada. Outros tempos...

3 comentários:

Aluisio disse...

Alem da namorada ficar junto do motorista, com este banco tambem dava para andar em três pessoas na frente.

Felipe Nicoliello disse...

Realmente Aluisio,
Eu sempre dava carona para as meninas na frente. A desculpa era que o Fusca muito rebaixado e não poderia levar peso no banco traseiro, assim as duas iam na frente e uma delas, sempre a mais gostosa, pedia para sentar no meio, roçando na gente. Tempos bons...

Aluisio disse...

Que saudade!