sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Vale Tudo

Para se ter um Fusca Split Window vale tudo mesmo. Por várias feiras seguidas no Sambódromo, estava um fabricante de peças em fiberglass, vendendo a janela traseira do Split, capô traseiro e saia do paralama, tudo em fibra de vidro, para adaptar qualquer Fusca. O modelo que serviu de amostra, possivelmente um Fusca 1967 ou 1968 estava com a janela Split laminada na chapa de aço da carroceria, capô e narizinho instalado , só faltaram as lanternas para confundir um menos atento. Claro que as modificações não se resumem apenas nestes itens, o para-brisa é menor, painel bem diferente, além da parte interna das portas terem um vinco estampado na chapa, contornando a forração. Isso para citar as diferenças mais visíveis. Juntar fibra de vidro com aço é possível, mas nem sempre o resultado será satisfatório, vai depender muito do esforço da peça e sua localização. Nesse caso, uma emenda em local bem visível, onde existe uma variação de dilatação dos materiais de diferentes composições, podendo ocasionar trincas ao longo do tempo. No caso do capô, não tem problemas, é tirar um e colocar outro. A diferença de material na pintura era mais sentida no tempo em que se pintava com base acrílica, porque na fibra, pela absorção maior de calor, a pintura queimava mais cedo que na chapa de aço. Mas hoje, com as bases PU e Poliéster esse problema se tornou nulo. O maior cuidado é quanto a utilização de massa de acabamento, sempre usando a massa plástica que adere bem aos dois materiais. Massa acrílica, não se funde bem em fibra de vidro.
Vale a pena a transformação? Considerando que o carro base não tenha muita originalidade e o proprietário deseje muito um Split Window, acredito que vale. Para diminuir os gastos com alterações, dê preferência ao Fusca até 1970 com para-choques tubular, assim não terá que trocar as saias dianteira e traseira, além do capô dianteiro.

2 comentários:

thyfane disse...

eu queria saber se é possivel colocar a lanterna traseira do split window num fusca qualquer.é preciso fazer alguma modificação?

Felipe Nicoliello disse...

Sim Thyfane, desde que não seja os para-lamas que utilizam lanterna do Fusca Fafá, aquelas grandes e redondas. No restante dos Fuscas o para-lama é igual, mudando apenas o local de fixação da lanterna.