quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Karmann Ghia Dacon

Chegou essa semana para o meu amigo Péricles do Rio de Janeiro, um belo autómovel, um Karmann Ghia Dacon, sim Dacon, vejam as palavras do feliz proprietário:
"É um KG da Dacon. Com os equipamentos da época. Farois de milha amarelos da Cibié com direito a capa de napa amarela e um Cibié impresso, console e relojoaria de painel tudo colocado na Dacon. Pintura especial feita lá também. Foi pintado de prata, que não era cor de linha no KG em 1971. Rodas de liga, as quatro e o estepe, "Gominhos" ou "Tangerina" como alguns falavam e que eram uma característica da Dacon (vide SP2 e Brasília). E por aí vai. Foi vendido em outubro de 1971, provavelmente para um "riquinho" da época, pois deve ter custado uma grana para fazer tudo isso em um carro caro como era o KG. O avô de quem eu comprei adquiriu o carro em 1974 e o manteve até hoje sem alterar nada (acrescentou apenas um afogador manual no espaço do motor e um sistema meio doido de acelerador manual e avanço manual - as duas pequenas alavancas, branca e vermelha, no console). Os pneus - os cinco - são diagonais Pirelli Tornado Alfa. Enfim, é como se o carro tivesse parado no tempo, desde aquela época em que equipávamos nossos carros para fazer sucesso com a mulherada e tirar onda com os amigos. A única coisa diferenciada é a tampa traseira que foi modificada para melhor refrigerar o motor. Mas mesmo assim veio junto com o carro a tampa original com todos os emblemas (KG e VW1600). Tudo é original - seja de fábrica VW, seja Dacon. Pintura, forração, interior, até os tapetes de borracha com botões de pressão são originais. E confesso que não sei se vou restaurá-lo.Afinal, hoje é um KG em "unrestored conditions" com a patina do tempo característica sobre ele.
Grande abraço. Péricles"
Eu dou muito valor aos carros em boas condições não restaurados. Na Europa esse tipo de veículo é mais valorizado que os restaurados. Nos E.U.A. não dão muito valor a isso, porque preferem a restauração, a famosa restore over, onde o carro fica melhor que quando fabricado.
Uma coisa que o Péricles esqueceu de comentar é que esse KG foi vendido em 1971 com o Kit Puma, com direito a manual e prospecto Puma Kit.

6 comentários:

smarca disse...

Simplesmente fantástico!

O carro e encontrar um exemplar neste estado nos dias de hoje.

Em tempo: Felipe, observo que adotou a janela de comentários flutuante. Ficou legal e mais leve postar comentários assim.

Leo Gaúcho disse...

Parabéns ao Dário pela aquisição.Conversei várias vezes com o Joca tbém referente a este carro.Acho que ficou em boas mãos.Uma observação com relação ao painel que acredito que não foi feito na concessionária Dacon, segundo o antigo proprietário o serviço dele foi executado pelo seu avô, junto dos demais detalkhes citados com relação ao sistema de aceleração e afogador.Contudo um serviço primoroso e de exelente acabamento.Tudo o que um carro esportivo pode oferecer de melhor está neste carro!!!Parabéns ao Dário pela aquisição!

Felipe Nicoliello disse...

Leo,
O Karmann Ghia é do Péricles do Rio de Janeiro, não do Dario.
Sandro,
Agora a janela pop funciono~u.

Dr. JMM disse...

Há alguns dias, esse carro quase foi comprado pelo nosso amigo Odilon, aqui de Brasília, que é amigo do Léo também. Ele vendeu um ghia 69, original de fábrica, que vendi pra ele, e agora tá pra ficar louco. Por pouco ele não compra esse aí. Muito bela aquisição, realmente. Ainda mais eu, falando de karmann ghia, minha outra paixão.hehheheehe.

Leo Gaúcho disse...

OPs!!!Desculpem a nossa falha !!!Parabéns Péricles!!

Cesar Costa disse...

Vi o carro na reunião do Puma Club do Rio no último sábado. O bicho está um espetáculo e um detalhe que não aparece nas fotos (obra do tal avô) são os esguichos do limpador colocados juntos as palhetas...