segunda-feira, 8 de junho de 2009

Karmann Ghia TC

Com o encerramento das atividades da KG na Alemanha, seu Museu localizado na cidade alemã de Osnabruck deverá ser desativado. Com isso muito modelos, alguns bem raros deverão ir a leilão e serem muito disputados entre os colecionadores, como o caso desse KG TC 1970 que ilustra a matéria. No catálogo do museu, a ficha fala sobre o TC, mas em nenhum momento especifica que foi projetado no Brasil, apenas cita que foi fabricado aqui. Uma pena que essa coleção poderá ser desmanchada, uma obra tão difícil de construir, mas para acabar é rapidinho.
Fotos Dario Faria

13 comentários:

Toninho Moura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Toninho Moura disse...

O lado bom é que ficarão com colecionadores que os colocarão novamente na estrada, para serem vistos e admirados por mais pessoas.
Braços!

Cesar Costa disse...

Sempre ouvi dizer (e nunca concordei), que o TC era inspirado no Porsche 911 (um insulto as linhas do 911). Olhando a foto aí, dá pra perceber onde se inspiraram pra "cometer" o Karman-Ghia TC... Na BMW!

Fernando Portilho disse...

Cesar,
Concordo com você em gênero número e grau, acho uma verdadeira afronta comparar o TC, que na minha opinião nem deveria se chamar Karmann Ghia, com Os Porsches, nem o 924 que é considerado o "aborto" da Porsche.
Que me desculpem seus admiradores, mas pra gostar do TC, vou ter que nascer de novo!!!!!!!
Abraço, Fernando Portilho.

Patrick Lopes disse...

O que eles querem dizer quando falam que foi inspirado no porsche 911 é no estilo da carroceria, com queda acentuada da traseira, meio ao estilo "fastback". Se for olhar por esse lado é realmente parecido. Mas se for levar em conta lanternas, faróis, não tem nada a ver.
O Tc não conseguiu manter as belas formas do Karmann Ghia original.

Abraço

Dario Faria disse...

Patrick concordo com você,o Karmann-Ghia TC segue a linha do fast-back,uma traseira com caida rápida e que é a mesma escola do Porsche 911,mas não que seja e deva se comparar a ele mas eu penso que devemos refletir sobre a questão que é um desenho exclusivo de projetistas brasileiro,assim como o SP-2 e se muitos aquí não dão devido valor,posso afirmar que lá fora estes modelos de Vws são disputados a "tapas" por colecionadores,e veja o caso do SP-2,que tem muito "gringo" correndo atrás de conseguir um para enriquecer a sua coleção e eu sei que a alguns anos atrás estes carros não valiam muito e eram desprezados pela elite de colecionadores.
Dario Faria

Cesar Costa disse...

Dario:
Não se trata de não "dar o devido valor" ao desenho feito no Brasil. Brasília, SP2, Aero Willys e outros, são bons desenhos brasileiros. O TC é feio pra chuchu! Os caras se inspiraram num BMW da década de 50 e não no Porsche. Traseira fast-back o Opala duas portas também tem e não parece com o 911, assim como o TC. Hoje ele é "disputado por colecionadores" exatamente porque na época vendeu pouco. O fracasso de hoje acaba se tornando o clássico de amanhã...

Fernando Portilho disse...

Voltando ao comentário TC.
Há algum tempo, fiz uma observação, onde eu dizia:
Se o TC em sua concepção, tivesse seu chassi encurtado, como o Puma, seria mais harmonioso em suas linhas e não seria o fracasso que foi em termos de venda. Seria um carro muito mais "na mão", agradável de dirigir e estável.
O TC, era o prêmio de consolação de aspirantes a dono de Puma, quando não conseguiam comprar a "Fera", ou por imposição dos pais, pelo alto preço, ou pelas enormes filas de espera que a Puma exigia nos áureos tempos.
Respeito aos que gostam do carro, mas,...continuo não gostando.
Abraço, Fernando Portilho.

Felipe Nicoliello disse...

Toninho,
Concordo, mas é uma faca de dois gumes. Olhando por esse prisma, os veículos podem voltar as ruas ou sumirem de vez. Conheço alguns colecionadores que não deixam ninguém ver seus veículos, somente os amigos e não saem com eles nas ruas por nada.
Moçada,
O fracasso do TC foi o mesmo do SP, falta potência no motor. Diferentemente do Puma, esses veículos VW tinham motor deitado de difícil preparação pelo alojamento. Era mais próprio para os conservadores TL e Variant, que somente os mecanicos abriam aquela pentelha tampa para suas revisões. Imaginem como era ruim regular os carburadores e se esses fossem weber 40? Nem no local caberiam.
Hoje o TC e SP são procurados porque mesmo naquele tempo existiram seus fãs, afinal venderam 10.000 SP e sei lá qtos TC. Eu não gosto de nenhum dos dois.

n_moraes disse...

Acho o TC inspirado no porsche 912... Tenho uma réplica do 356 e estou procurando um TC... Gosto é gosto !!!

Anônimo disse...

tenho uma Tc 73, comprei a 6 anos e agora vou começar a mexer
serginhos22@bol.com.br

José Luiz Martins disse...

Tenho um TC 72 e um KG 70 que estou restaurando. Nunca gostei de nenhum dos dois, bem como não gostava da Brasilia, Variant, TL, Fusca etc.... Hoje, reconheço a importância que esses projetos tiveram para o Brasil. Entre o KG tradicional e o TC, prefiro o TC por ser um projeto nacional e pela raridade, tenho estudado bastante o carro e cada vez mais me apaixonado por ele.

Anônimo disse...

tc,é prá quem tem!quem não tem nunca terá........,