domingo, 18 de julho de 2010

placa amarela

Navegando pela "rede" encontrei esta intrigante foto mostrando uma dupla de Kombis, o site que o qual foi retirada: http//67callook.blogspot.com que fica na distante Itália onde o popular é o Fiat e carro esporte se costuma chamar de macchina que também é sinonimo de Ferrari e Lamborghini, mas também tem o Vw Fusca que por lá é o Maggiolino, pois bem e o que importa realmente saber é que estas duas senhoras que me parecem serem brasileiras e sendo assim foram exportadas por alguém que as levou a Europa e o interessante é notarmos que estão com placas brasileiras mas na cor amarela, a primeira do Rio de Janeiro, embora a letra "CHF" seja de São Paulo e a segunda com placa de São Paulo, mas com as letras "GXC" de origem de alguma cidade do interior de Minas Gerais e o motivo que elas foram trocadas de cor, do cinza para o amarelo não sabemos, talvez por que as placas da comunidade europeia utilizadas na Itália sejam da cor branca e isto foi feito para dar um diferencial e mais destaque...
No meu modesto conhecimento as placas com apenas números na cor laranja são muito antigas, talvez da década de 50 e algumas passaram para a cor amarela no final da década de 70...
Nesta antiga revista 4Rodas de Julho de 1963 podemos ver uma desta na cor laranja em um belo Porsche 356: o objeto de desejo de muitos de nós...
Quando em São Paulo as placas de sistema alfa-numérico, ou seja: com letras e números chegaram a disponibilizar as letras "Vw" muitos apaixonados por Fuscas correram para mudar de placa e personalizar o seu veículo, acima o Vw split window sun-roof prata do Eduardo Oraha...
E mais um outro que se beneficiou desta letra VW e com a combinação do ano 1963, certamente dando um toque de classe ao Vw...
Mas isto tudo já se foi e no inicio da década de 90 devido a falta de numero placas que ocorreu na cidade de São Paulo, obrigando o governo mudar o sistema para placas com três letras e na cor cinza, ao meu ver eu particularmente escolheria outra cor em um tom mais agradável, ou continuaria no amarelo idêntico ao da primeira foto.
Dario Faria
fotos: 67callook.blogspot;revista 4 Rodas;arquivo pessoal.

4 comentários:

Guilherme da Costa Gomes disse...

Dario, na minha região tem bastante "gxc"!
Não tenho fonte fiel, mas uso de parâmetro que placas com as letras "P" -particupelar- e "A" aluguel, foram usadas até 1940. Já as laranja, com três dezenas, foram até 1970; A partir daí as amarelas com duas letras e duas dezenas e com as plaquetinhas nas trazeiras... Eu também gosto de placas!
Abraço,

Felipe Nicoliello disse...

Moçada,
As placas laranja a gente via a maioria com três dezenas, mas na verdade era uma seqüência de números, podendo encontrar carros mais antigos com duas dezenas ou apenas uma centena.
Na transição de laranja para amarela passou a ter mais um numeral na frente das três dezenas, como mostra na foto. A falta de números para emplacamento, principalmente no Estado de São Paulo, necessitou reformular a numeração. Apareceram diversas ideias, e a primeira a ser utilizada apenas na cidade de São Paulo foi a colocação da letra "S" na frente dos numerais. Mas logo se viu que para âmbito estadual não funcionaria, quem diria nacional. Somente depois disso vieram as placas amarelas com duas letras e 4 números, sendo de registro estadual, portanto, podíamos encontrar a mesma placa em SP como no RJ, mudando apenas a sigla do estado e cidade. Mais uma vez não durou muito e as grandes cidades começam a ter faltas de placas. Em SP, o Detran chegou a requisitar placas que haviam sido separadas para cidades do interior, para poder emplacar carros em SP. Assim no final dos tempos da placa amarelo, víamos carros zero km começando com letras W, P, U, F, uma mistura só.
Quando as placas cinzas chegaram em âmbito nacional disseram que aí nunca mais teríamos problemas com números de placa, lembro que discordei, porque deveriam ter adotado uma letra ao final da númeração, multiplicando ainda mais as combinações. Não dou mais que dez anos para termos os mesmos problemas que tivemos no início dos anos 90.

Ed disse...

oi alguém conhece quem vende essas placas só de números? tenho interesse. obrigado.

Anônimo disse...

Minha tia teve um Fusca 63 igual ao da foto, placa ZD-8300. Quem o comprou descaracterizou o carro pintando-o de azul escuro. Com a troca da placa perdi o rastro. Mas há muitos anos não vejo um desses em Itu.