sábado, 22 de janeiro de 2011

Vw - réplica 11cv

Eu tirei esta foto em 1985 em um encontre de autos antigos, e ao lado do carro: Nancy, minha futura esposa.
Durante muitos anos fiquei intrigado em descobrir a verdadeira identidade deste fora de série feito em fiber-glass com mecânica Vw...
Até que recentemente navegando na Rede encontrei esta informação que o estranho veículo era proveniente da empresa Spiller Mattei localizada no Rio de Janeiro que naquela época oferecia carros montados ou em forma de kit no estilo: faça você mesmo"...Este que levava o nome sugestivo de: Gringo.
E segundo informa o folheto de vendas, a inspiração do modelo foi baseada no Citroen 11 cv, um dos mais populares modelos franceses fabricado de Julho de 1934 até 1957 quando foi substituído definitivamente pelo avançado modelo DS.
A fama deste carro francês era de não capotar, devido ao seu baixo centro de gravidade e reza a lenda que a fabrica dava um modelo zero quilometro para quem se atrevesse a tal façanha.
As fotos mostram um raríssimo coupe teto duro 11CV com carroceria especial denominada Chapron.
A conclusão é que a réplica está bem distante do modelo que diz ser inspirado, mas se que importa é dar asas a imaginação...Tudo é valido.
Dario Faria
Fotos: arquivo pessoal

6 comentários:

Guilherme da Costa Gomes disse...

Dario, saquei bem a cena da primeira foto: você estava com a máquina fotográfica na mão, viu o carro, quis fazer uma foto, mas para não parecer muito maluco, disse: "Amor, vou tirar uma foto sua junto a esse carro", acertei?
-Bem, o monte de plástico aí não tem nada de Citroen, convenhamos. Mas o Citroen sim, carro bacaníssimo! Carroceira Chapron, coisa fina.
Grande abraço,

Cesar Costa disse...

Na época a empresa lançou também a versão fechada com duas portas muito parecida com o carro original), mas como era cara, optou por lançar esta versão "meio buggy" sem portas. Aqui no Rio, vira e mexe se encontra esta versão buggy, mas a versão fechada só vi na época...

Dario Faria disse...

Olá Gui.
Este Citroen coupe teto duro é um dos mais raros entre os 11 ligeiro e muito bonito.
E quanto ao Spiller Mattei Gringo, gostaria de ver um deste com versão fechada mas penso não deve ter sobrevivido nenhuma e o capo traseiro desta versão em fiber-glass lembra mais o modelo Citroen 15C, pois o 11CV o pneu estepe era fixado na parte traseira externa.
Dario Faria

Dario Faria disse...

Olá Cesar.
Tanto voce quanto eu sabemos bem o que foi a febre dos fora de série no tempo da ditadura militar onde a importação era proibida e o "must" era ter estes carros feitos artesanalmente, e o que vemos hoje em dia é que os poucos que sobreviveram se transformaram em verdadeiras sucatas e salvo raras excessões, quando vejo um fora de série circulando na rua e estou com meu filho eu comento com ele: "você não pode imaginar o quanto era o maximo ter um carro deste naquela época passada", e ele fica com um olhar de duvida e descrença e deve pensar como pessoas poderiam admirar algo tão estranho;exótico ou até bizarro?
Dario Faria

Nikollas disse...

Vou te conseguir fotos do Gringo do meu cunhado. Tá muito bonito. Aí tu mostra pro teu filhote!

Valdo-RJ disse...

As informações sobre o Gringo são encontradas em vwgringo.blogspot.com.br espero ter ajudado, abraços!