terça-feira, 14 de setembro de 2010

Vw - 1954 inspeção final

Depois de uma verdadeira "Via Crúcis (do latim Via Crucis, o caminho da cruz, que é o trajeto seguido por Jesus Cristo carregando a cruz que vai do Pretório até o Calvário. ) chego ao final para obtenção do tal selinho de inspeção realizada, e com a recomendação: ande sempre com o certificado de aprovação da inspeção, pois agora sómente o selo não basta! Será porque estão falsificando selos ou roubando selos de veículos aprovados e a multa é pesada: mais de R$500 reais. Para obtenção do mesmo precisei da contratação da habilidade do mecânico da oficina de regulagem que levou o carro para a inspeção com os devidos ajustes para a aprovação e depois reverteu o "quadro" para o uso normal, afinal o Vw 54 foi literalmente se arrastando para este exame de saúde ambiental.
Afinal, como pode o meu Vw 54 ter indices de Hcc 700, que é o mesmo do meu outro veiculo de uso que é bem novo e evidentemente já possui catalizador e injeção eletrônica? Quando o Vw 54 era novo, os tempos eram outros e a fumaça corria solta por aí, e até hoje para se ter uma idéia uma motocicleta poliu 4 vezez mais que um veículo e os ônibus e caminhões 10 vezez mais. O correto seria ter estabelecido padrões de medição por quem entende e sabe que no "antigamente" não existia estas exigências mais severas e por tanto é um absurdo querem milagre agora, ou melhor o "milagre" é feito atravéz de manipulação em partes mecânicas que não condiz com o uso em condição normal.
Fotos: Dario Faria; filme São Paulo S.A.

2 comentários:

Ramonzitoo disse...

Realmente um absurdo , ter que mudar completamente a configuração do motor (atrasando ponto , colocando alcool) enfim "burlando" ao contrário do que deveria ser , mas é óbvio que eles não estão nenhum pouco preocupados , querem e pensam somente em dinheiro , um absurdo realmente , nós que temos carros antigos estamos "pastando" pra conseguir o selo , sendo que eles foram produzido numa época em que ninguém se preocupava com poluição !!! E agora pagamos o pato !!!!

Dario Faria disse...

Olá Ramonzito.
Na verdade final, o fim de muitos carros que poderiam ser restaurados será a transformação em sucata reciclável, veja que ainda existe alguns antigos que agora estão despertando o interesse, mas com esta lei radical e absurda será o triste fim deles, por que será dificil investir em um "carro velho" um proprietário que nem tem dinheiro para por combustivél e dar a manutenção devida, as siderurgicas iram adorar por ter muita matéria-prima para derreter, imagine que pegaram uma Bugatti e tiraram o aluminio e depois foi para a siderurgica, muito disso está acontecendo no Uruguay, claro que não com uma Bugatti, mas com outros mais "fraquinhos" que pode ser um pobre fusquinha, um SP-2, uma TL, um Chevette, um Opala...
Dario Faria